• -10%
  • -10%
BISOLVON MUCOLITICO 1,6 mg/ml JARABE...

BISOLVON MUCOLITICO 1,6 mg/ml JARABE 1 GARRAFA 200 ml

650632
8,28 € 9,20 € -10%
Com IVA

AÇÃO E MECANISMO

- Mucolítico, expectório. Bromhexine é um derivado bromated do alcaloide vasicina, presente no feijão Malabar (Vasic Adhatoda), tradicionalmente usado como anti-asmático. Bromhexine diminui a viscosidade das secreções brônquicais e aumenta seu volume, enquanto promove sua expulsão. Seu mecanismo de ação é desconhecido, embora pareça ativar sialyl-transferase, que é responsável por sintetizar sialomucinas. O aumento da síntese dessas proteínas restaura o equilíbrio na produção de muco brônquico. Também poderia estimular as glândulas mucosas do epitélio brônquico, aumentar os níveis de lisozimos, o que causaria a ruptura de mucolíscaras e estimular a atividade mucocilitária.

AVISOS ESPECIAIS

- O uso de mucólises e gestantes em crianças menores de 2 anos é contraindicado como resultado do risco de obstrução brônquica.

- No caso de erupções cutâneas na pele ou membranas mucosas, o bromhexina será descontinuado e a possibilidade de imagens como necrolise epidérmica tóxica ou síndrome de Stevens-Johnson será avaliada.

IDOSO

Não são relatadas han específicas nesta faixa etária. Use aceito.

CONSELHO PARA O PACIENTE

- Beba muita água durante o tratamento.

- Não use antitussivos durante o uso de bromhexine.

- Consulte seu médico e/ou farmacêutico se os sintomas piorarem ou não melhorarem dentro de 5 dias, ou se ocorrer febre, dor de cabeça ou garganta.

- Informe o médico e/ou farmacêutico se ocorrem erupções cutâneas durante o tratamento, às vezes associadas a bolhas ou lesões mucosas.

CONTRA-INDICAÇÕES

- Hipersensibilidade a qualquer componente do medicamento.

GRAVIDEZ

Não existem estudos adequados e bem controlados em humanos, por isso o uso desta droga só é aceito em caso de ausência de alternativas terapêuticas mais seguras.

FARMACOCINÉTICA

oralmente:

- Absorção: O cloridrato de bromhexine é rapidamente absorvido após a administração oral, com Cmax atingindo após uma hora. Sua biodisponibilidade é reduzida a 20% devido a um intenso efeito de primeiro passo do fígado.

- Distribuição: É amplamente distribuída através dos tecidos do corpo, cruzando a barreira cerebral do sangue e placentária em pequenas quantidades. Está ligado em uma alta porcentagem às proteínas plasmáticas.

- Metabolismo: Bromhexine é intensamente metabolizado no fígado, resultando em um metabólito ativo, ambroxole. Este ambroxol passa posteriormente por outras reações metabolização, geralmente fenômenos de conjugação.

- Eliminação: O bromhexino é eliminado principalmente pelo metabolismo e excreção subsequente de metabólitos na urina. Apenas pequenas quantidades de bromhexine inalterado são isoladas na urina. Sua meia-vida de eliminação é de cerca de 12 horas.

TRAJETO

- [HIPERVISCOSIDADE BRONQUIAL].

INTERAÇÕES

- Antitussive. Risco de obstrução brônquica, devido à inibição do reflexo da tosse, e aumento da produção e/ou fluidização do muco. Evite associação.

- Anticholinergics (atropina, anti-histamínicos, antidepressivos tricíclicos, antiparkínsonianos, neurolépticos, IMAO). Eles poderiam se opor ao efeito do bromhexine.

ENFERMAGEM

Não se sabe se o bromhexino é excretado no leite humano, e se pode afetar a criança. Recomenda-se parar a amamentação ou evitar a administração deste medicamento.

CRIANÇAS

O uso de mucólise em crianças menores de 2 anos tem sido associado ao aparecimento de obstrução brônquica, como resultado do aumento da produção e fluidez da secreção brônquica e da drenagem brônquica insuficiente. Portanto, o uso de mucolíticos nessas crianças é contraindicado.

Em crianças mais velhas, a forma farmacêutica e a dose devem ser adaptadas à idade da criança (ver Posologia).

REGRAS PARA A ADMINISTRAÇÃO ADEQUADA

Recomenda-se beber um copo de água após cada dose. Beba muita água durante o tratamento.

Administração de alimentos: pode ser tomada com ou sem comida.

DOSAGEM

Bisolvon mucolítico

- Adultos e adolescentes > 12 anos, oral: 10 ml (16 mg)/8 h. Doses máximas de 30 ml (48 mg)/24 h.

POSOLOGIA EM INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA

Não foram feitas recomendações específicas de han . No entanto, em pacientes com comprometimento hepático grave (Classe C) a eliminação do bromhexine pode ser reduzida.

POSOLOGIA EM INSUFICIÊNCIA RENAL

Não foram feitas recomendações específicas de han . No entanto, em pacientes com comprometimento renal grave (CLcr <30 ml/min) a eliminação do bromhexine pode ser reduzida.

PRECAUÇÕES

- INSUFICIÊNCIA RENAL GRAVE. Uma diminuição no despejo de bromhexina e seus metabólitos pode ocorrer nesses pacientes, com um risco aumentado de reações adversas.

- INSUFICIÊNCIA GRAVE [INSUFICIÊNCIA HEPATICA]. Nesses pacientes, a liberação pode ser diminuída, com o consequente aumento do risco de reações adversas, por isso recomenda-se monitorar de perto o paciente para o risco de reações adversas.

- Danos gástricos. A administração mucolítico tem sido ligada à ruptura da barreira de proteção gástrica e danos gástricos. Avalie seu emprego em pacientes com histórico de [GASTRITIS] ou [ULCERA PEPTICA].

- Pacientes com [ASMA], [INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA] ou histórico de [ESPASMO BRONQUIAL]. O aumento da produção de muco pode resultar em obstrução brônquica em pacientes onde a expectativa não é adequada.

- Toxicidade da pele. Notificações han de reações graves da pele, como eritema multiforme, síndrome de Stevens-Johnson, necrolise epidérmica tóxica e pustulose exantemasa aguda, associada à administração de bromhexina, foram recebidas. Se o paciente tiver sintomas ou sinais de exantoma progressivo, às vezes associado a bolhas ou lesões mucosas, o bromhexina deve ser descontinuado imediatamente e um médico deve ser consultado.

PRECAUÇÕES RELACIONADAS COM EXCIPIENTES

- Este medicamento contém maltitol. Pacientes com intolerância hereditária [FRUCTOSA] não devem tomar esse medicamento.

REAÇÕES ADVERSAS

As reações adversas são descritas de acordo com cada intervalo de frequência, considerado muito comum (>10%), comum (1-10%), incomum (0,1-1%), raro (0,01-0,1%), muito raro (<0,01%) ou de frequência desconhecida (não pode ser estimado a partir dos dados disponíveis).

- Digestivos: incomum [NÁUSEAS], [VOMITOS], [DIARREA], [DOR ABDOMINAL]; frequência desconhecida [HIPERACIDEZ GÁSTRICA].

- Hepática: frequência desconhecida [TRANSAMINASE INCREASE].

- Neurológico/psicológico: frequência desconhecida [MAREO], [CEFALEA].

- Respiratório: raro [ESPASMO BRONQUIAL].

- Dermatológica: rara [ERUPÇÕES CUTÂNEAS], [URTICÁRIA]; frequência desconhecida [ERYTHEMA MULTIFORME], [SÍNDROME DE STEVENS-JOHNSON], [NECROLISIS EPIDérmicas TÓXICAS], pustulose exantemasa aguda.

- Alérgico: rara [REAÇÕES DE HIPERSENSIBILIDADE]; [ANAFILAXIA], [ANGIOEDEMA], [PRURITUS].

OVERDOSE

Sintomas: Com base em dados experimentais, o bromhexino pode ser dito ser uma droga muito segura e não tóxica.

Tratamento: Serão utilizadas as medidas habituais de eliminação, como lavagem estomacal, administração alcalina e tratamento sintomático. As vias aéreas serão mantidas livres de secreções, deitando o paciente e praticando aspiração brônquica.

Drogas
Adultos
tratamento
Tosse

Também poderá gostar

  • Expedições para Espanha e Portugal Continental.
  • Frete expresso e entrega em 2-3 dias.
  • Retire na loja imediatamente.
  • Portes grátis, a partir de 30 euros.
  • Recolha gratuita na loja.
  • Milhares de ofertas e códigos de cupom.
  • Site criptografado e pagamento seguro.
  • Garantias de cancelamento, troca, devolução ...
  • Preços muito competitivos.
  • Atendimento ao cliente profissional.
  • Tudo em farmácia e parafarmácia.
  • Garantia da farmácia, sem contrafacções ou produtos de má qualidade.
Producto añadido a la Lista de Deseos
Producto añadido a Comparar

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies, y la aceptación de nuestra Política de Cookies. Pinche en el enlace para mayor información.